23 de jul de 2012

The scourge

   As pessoas que possuem a visão dizem que os corpos das criaturas são cobertos por manchas de onde escorre pus e sangue escuro. Seus rostos deformados são mascaras do terror.
   Eles vagam pela floresta, fedendo á putrefação, consumindo os vivos. As pessoas que sobrevivem aos ataques também acabam por se tornar comedores de carne.
A morte seria um final mais misericordioso.

   Fennel sempre soube que aquele dia iria chegar – o dia em que teria que encarar os Scourge (os flagelados – tradução literal) sozinha. Ela acabara de herdar o dever de coletar água fresca para seu povo os Grounds, que se esconderam nas cavernas quando os comedores de carne tomaram conta da floresta.
Fenn é cega, o que significa que ela poderá ser uma das poucas pessoas que inexplicavelmente são protegidas das criaturas, mas isso não foi testado... Ate agora.

   Fenn não está nem um pouco feliz em depender de um Lofty para ajudá-la na entrega da água. Peree é surpreendentemente inteligente, e costuma contar histórias de antes do fim da civilização, mas ela não pode confiar nele. Os arrogantes e traidores Lofties acabam por colocar flechas nas costas dos Groundings desavisados.

  Quando os Scourge aparecem, a violência começa entre os Groundlings e os Lofties. Fenn se oferece para procurar por uma nova fonte de água, que dizem estar livre dos comedores de carne, e Peree secretamente se une á ela na perigosa jornada. Mas o que eles encontram destrói todas as verdades da vida de Fenn.

  Enquanto a guerra paira entre os Groundligs e os Lofties, Fenn deve decidir o que ela mais deseja proteger – o seu povo, o amor cada vez maior que sente por Peree, ou o sonho elusivo da floresta pacifica.

0 comentários:

Postar um comentário

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo